Dica de Leitura: Bob Marley - o Guerreiro Rasta



Bob Marley é a figura mais representativa do reggae. Fruto da união de uma afro-jamaicana com um britânico, Bob cresceu numa Jamaica que buscava libertar-se do domínio inglês, enquanto construía sua identidade social e racial. Esta HQ mostrará a vida desse guerreiro rasta que fez do rastafarianismo um estilo de vida e uma inspiração para a sua música. O reggae de Bob Marley hipnotizou os jovens do mundo todo com uma mensagem de fé e paz. Bob conquistou milhões de seguidores que nunca deixarão sua música ser esquecida.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: É o Cliente Que Importa - 34 Dicas Para Garantir a Satisfação Dos Clientes e o Sucesso Dos Negócios



Não há como fugir desta verdade: a melhor estratégia para sobreviver no mundo dos negócios é oferecer um ótimo atendimento ao cliente. Neste livro, o vendedor de sucesso Michael A. Aun compartilha seus segredos sobre como fazer o consumidor se sentir valorizado e feliz, melhorar os resultados da empresa e manter a sanidade diante dos desafios do dia a dia na área de vendas. Você vai descobrir os mitos e as verdades a respeito da satisfação do cliente e entenderá por que muitas empresas são campeãs nos índices de reclamação. E o mais importante: compreenderá o que se passa na cabeça dos consumidores. Ao longo de sua vida profissional, Michael não se limitou a vender produtos ou serviços. Seu objetivo sempre foi estabelecer relacionamentos e manter uma base de clientes leais que indicaram novos clientes, que por sua vez indicaram outros. “É o cliente que importa” está repleto de dicas valiosas que você pode aplicar no seu trabalho. Conheça algumas: Quando estiver atendendo um consumidor ou prestes a fechar uma venda, fique calado um instante e ouça com atenção o que ele tem a dizer. Se a empresa cometeu um erro, corrija-o logo para que o cliente não seja prejudicado. É melhor primeiro resolver o problema e depois identificar os culpados. Às vezes é preciso mostrar ao cliente que você não é o inimigo, e sim parte da solução.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: Arquitetura do Arco-íris


Quarto livro da escritora e jornalista gaúcha Cíntia Moscovich. 'Arquitetura do Arco-Íris' reúne 10 contos inéditos, que têm como eixo central o cuidado com a linguagem e o apuro técnico, marcas que fizeram da autora uma das mais conceituadas de sua geração. Com temáticas variadas, alguns contos de 'Arquitetura do Arco-Íris'giram em torno da vivência no bairro judeu do Bom Fim, em Porto Alegre - que poderia ser qualquer bairro judeu em qualquer cidade do mundo. Dividido em duas partes, o livro é marcado pela variedade, com diversas situações ligadas a extremos da vida. Transcendendo as marcas de sua origem, Cíntia experimenta narradores diversos em momentos igualmente diversos: ali está a jovem que sai de casa após a morte do pai para viver uma situação de estranheza com uma colega de aula, como em 'Cartografia', a relação amorosa entre uma moça e um músico cego, caso de 'Fantasia-Improviso', passando pela jornalista que deve enfrentar um irascível tradutor, como em 'O tempo e a memória'. Contos como 'Um oco e um vazio' e 'O escândalo das estrelas na noite' são pontuados pela narrativa de tom erótico, sem ceder à solução da facilidade. As personagens criadas por Cíntia são mulheres que se entregam à aventura da existência sem receio da vida em plenitude - mesmo que isso signifique a tristeza e o desconsolo. Valendo-se do humor áspero e da observação que tende à ironia, 'Arquitetura do Arco-Íris'envereda também pelos caminhos da infância e pelas descobertas da adolescência.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: Gestão é solução



Mosmann escreve de uma forma diferente. Através de textos curtos, deixa espaço para que cada leitor mentalize suas idéias próprias em relação aos temas que expõe. Vai direto aos temas com real objetividade.
A cada texto que Mosmann elabora pode-se estar certo, muito de bom e de novo aparece. Ler os seus livros não é gastar tempo, mas é aprender e acumular experiências.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: A Morte da Luz


Primeiro livro escrito por George R. R. Martin, autor da renomada série 'Crônicas de Gelo e Fogo' foi premiado com os principais prêmios do mundo de fantasia e ficção científica. Desde essa primeira história o autor já mostra o que o tornaria mundialmente famoso, seus personagens que não são nem vilões, nem heróis, mas sim seres complexos como todos nós.
Um planeta está prestes a morrer, seu caminho se afasta das estrelas que trazem vida àquele lugar. Suas 14 cidades, construídas rapidamente quando o planeta passou por perto de uma grande estrela, também estão moribundas.
Worlorn não é o planeta que Dirk t’Larien imaginava, e Gwen Delvano não é mais a mulher que conhecera. Ela está ligada a outro homem e a esse planeta moribundo preso no crepúsculo, seguindo em direção à noite sem fim. Em meio à paisagem desoladora, há um violento choque de culturas, no qual não há códigos ou honra e uma batalha se espalhará rapidamente.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: Limite Branco


Escrito em 1967 e publicado pela primeira vez em 1970, o primeiro romance de Caio Fernando Abreu já antecipava as angústias que dominariam toda sua obra posterior. 'Limite branco' se caracteriza pelo pleno domínio da expressão que sempre esteve na base do trabalho do autor.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: A fúria do corpo


São dois desocupados. Ele, sem nome, passado ou profissão. Ela, uma prostituta-mendiga. Dois seres que fazem tudo para manter seu caso de amor. Dominado por um erotismo sem limite, transbordando inquietação, angústia, sofrimento e beleza, 'A Fúria do Corpo' é considerado o livro mais barroco de João Gilberto Noll, uma obra rigorosa que traça o percurso atordoante e cruel de uma história de amor.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: Os Porões do Vaticano


Algo de muito misterioso envolve a figura do papa, que teria relação com - o antigo mausoléu de Adriano, aquela célebre prisão que, em secretas masmorras, havia outrora abrigado muitos prisioneiros ilustres, e que um corredor subterrâneo liga, ao que parece, ao Vaticano. Organiza-se uma quixotesca cruzada para resgatá-lo; Protos, o vigarista, entra em cena; o fio da trama se tensiona e assim se manterá até o final da narrativa. O texto flutua na fronteira entre o teatro e o romance, às vezes assumindo ares de farsa ou de comédia barroca, subvertendo os modelos balzaquianos, apresentando aqui e ali toques de uma estética noir.

Fonte: Saraiva

Escritora Montenegrina: Simone Maria dos Santos Dörr


Foto: AML

Simone Maria dos Santos Dörr, nasceu no dia 17 de abril de 1968. Natural de Guaporé (RS) reside em Montenegro desde 1979.

Professora, Graduada em Pedagogia pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA).

Pós – Graduada em Psicopedagogia pela Faculdade de Dom Alberto – Santa Cruz do Sul – RS, Contadora de Histórias.

Lecionou nas Escolas Municipais: EMEF Balduíno Rambo (extinta) no Passo da Serra – 1989, na EMEF Manuel José da Motta – Muda Boi – de 1990 a 1995 e na EMEF Dr. Walter Belian de 1990 a 2005, onde nesta atuou por 10 anos na Biblioteca da Escola fazendo a Hora do Conto para todas as turmas da escola de pré a 5º ano, onde institui a Feira Literária, desenvolvendo projetos de Literatura para o incentivo à leitura no educandário.

Atuou como Diretora da Biblioteca Pública Municipal, de 2006 a 2013, estando diretamente envolvida com a Literatura e a Cultura, onde coordenou junto com os funcionários da Biblioteca Pública, vários Projetos de Leitura e atividades culturais direcionados ao Público Escolar e a Comunidade Montenegrina. Criou os Projetos:

"Visita Guiada” - 2006 “Sarau Literário” 2007;

"Semana do Livro- Dia Mundial do Livro”- 2006 ;

"Encontro com a Literatura” (Projeto que leva alunos de várias Escolas á Biblioteca Pública para socializar experiências Literárias entre si) – 2007;

"Poesia em Movimento” - 2007;

"Projeto Escritor Montenegrino na Escola” - 2008;

"Troca-troca de livros”- 2008;

"Curso de Mediadores de Leitura” – 2011;

"Organizadora e Coordenadora da Feira do Livro de Montenegro de 2006 a 2012;

"Livros pela cidade”- 2012;

Deu continuidade e ampliou os projetos já existentes na Biblioteca Pública:

A Biblioteca Vai até Você”( desde 2001);

Encontro Regional de Responsáveis por Bibliotecas Públicas e Escolares;

Hora do Conto na Biblioteca com profissional específico;

É membro da AMES - Associação Montenegrina de Escritores desde 2001;

Participou da Antologia Sementes Literárias (Ames – 2001), do livro Estação da Cultura, um Desafio Literário, cujo tema era alusivo à Estação;

Férrea de Montenegro ( EFICA -2005) obteve terceiro lugar na categoria Poesia no 1º Concurso AMES/Jornal Ibiá de Literatura em 2005;

Participou da Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - 44º volume- 2008;

Participou da Antologia AMES em Prosa e Verso – AMES 2012;

É Academica da AML - Academia Montenegrina de Letras ocupando a cadeira de n° 10, desde abril de 2014;

Participa desde 2008 a 2014 do curso Formando Leitores da Livraria Paulinas, participou do Seminário de Contadores de Histórias na Feira do Livro de POA – 2012, como Contadora de História;

Desde 27 de março de 2014, atua como Professora Responsável pela Hora Conto na Biblioteca da E.M.E.F. Dr. Walter Belian em Montenegro.

Ministra oficinas para estudantes:

"Brincando com as palavras, Fazendo Poesia”;

"Poesia e Música, mistura bacana”;

Oficinas para professores:

"Um prazer: Contar histórias”;

"Criando roteiros de Leitura”.

Vem se destacando com suas oficinas e no projeto "Contadores de Histórias". Obteve 3º lugar na categoria “Poesia” no 1º Concurso Ames/Jornal Ibiá de Literatura em 2005.

Bibliografia:

Sementes Literárias – Ames  (2001  Antologia Literária);

Estação da Cultura ( 2005 Antologia Literária);

Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - 44º Volume (2005 Antologia Poética);

Ames em prosa e verso ( 2012 Antologia literária);

Bisteca, a centopeia esperta (2016).

Dica de Leitura: Limeriques do bípede apaixonado



Este livro conta as aventuras de um menino apaixonado, que se disfarça de cão, de peixe, de macaco ou dromedário, só para atrair a atenção da sua amada. Será que vai dar certo? Que bicho será que vai dar?

Fonte: Saraiva

Bibliografia e Livros de Adriana Tavares Pimentel - Nana

SOBRE A NANA:



Adriana Tavares Pimentel, a Nana, nasceu no Rio de Janeiro, em 3 de abril de 1969. Cresceu no bairro Bom Fim em Porto Alegre. Residiu em Cuiabá período de 1987 a 1994. Hoje, mora em Montenegro, terra dos seus pais e avós.

Na infância foi conduzida a apreciar as diferentes culturas e meios comunicativos pela mãe Orientadora Educacional e o pai Jornalista.

As peças teatrais, filmes e livros são seu grande prazer. Respeito às diferenças é seu grande desafio diário. Acreditando ser fundamental mostrar a importância a todos: “cada ser humano tem suas opiniões, escolhas e o dever de respeitar as escolhas do outro”. Cresceu por entre os livros. Admiradora de escritores nacionais como Mário Pirata, Monteiro Lobato, Mário Quintana, Lya Luft, Cecília Meireles, Luís Fernando Veríssimo. E os escritores estrangeiros como Mia Couto, Cervantes fazem parte de seus prediletos.

Formação Educacional

Pós graduação em Organização do Trabalho Pedagógico em Orientação Educacional, Supervisão escolar e Gestão escolar. - Uninter - Curitiba/PR, 2015.
Graduado em Processos Gerenciais, Uninter - Curitiba/PR, 2012.
Graduada em Licenciatura em Letras Português e Literaturas - Uninter - Curitiba/PR, 2015.
Concluinte de Licenciatura Letras Inglês, IPA Porto Alegre/RS, último semestre trancado.

Curso de Formação Técnica:
Curso de Organização de Eventos - Senac/RS - 160h/2011
Formação de Professores em Filosofia com Crianças - PUC RS, 2007, 40h
Capacitação para trabalho em Comunidades Indígenas – GMTE / IPA, Porto Alegre, 2007, 140h presenciais e 60h monografia.

Voluntariado em:
Campanha Nacional Contra Paralisia Infantil – Ação Comunitária – SESRGS, 1985
Oficinas de produção textual e literatura infanto-juvenil no Centro Infanto-Juvenil Monteiro Lobato em 2006;
Oficinas sobre as 8 metas do milênio no 16° Congresso Infantil do Colégio Americano em 2007
Projeto: Arte na Cidade – Apresentação com canto de MPB, Montenegro, 2003
Instituto de Câncer Infantil - Porto Alegre, 2005 a 2007
Asilo Sagrada Família – Parceiros Voluntários, Montenegro/RS, 2002
Secretária do Conselho Municipal de Cultura de Montenegro, 2003

Áreas de atuação: Escritora; Editora; Professora em atuação no Estado nas áreas de linguagem.
Publicou algum tempo textos no Jornal Ibiá na primeira década do ano 2000, onde abordava alguns temas críticos.

Livros:


Volume 1
Coleção Nanna Nanando
Editora:Nanna Pimentel
ISBN 978_85_921150_0_5
Categoria: Conto infanto-juvenil
Sinopse: A Pata Formosa, é o primeiro volume da Coleção Nana Nanando. Uma história de uma patinha que quer ser mãe.
O Conselho de Galinhas reúne-se para ajudá-la após escutarem ela confidenciar a vaquinha, Dona Jurubeba, suas aflições.
"O texto quer mostrar o respeito às diferenças, a solidariedade, a importância dos valores humanitários acima do valor físico, a adoção, mudança do tempo corpóreo e amizade. Um texto leve e divertido".
Nesta primeira edição impressa à proposta é levar a criança a expressar sua imaginação através de ideias de modificação e continuação da estória. Para os pais e educadores a proposta é a reflexão sobre a diversidade e diferenças.

Em formato de e-kindle há mais três publicações:

A primeira, Coisas da Nana, refere-se a uma coletânea de poesias, poemas e devaneios.



Sinopse: Expressar as ideais, registrar os pensamentos, sonhos, devaneios num pequeno blog e neste simplório livro desta escritora amadora que vos fala são as formas que encontrei para registrar a existência neste mundo.
Não cabe a mim julgar certo ou errado e sim, escrever o que sinto sobre o que me cerca.A única coisa que não abro mão é do amor pelos seres humanos e incompreensão diante da capacidade de alguns serem cruéis com sua própria espécie.
Editora: Nanna Pimentel

As outras duas publicações são dois contos de uma moça chamada Marcela.


Sinopse: Uma mulher jovem e atraente que desvenda a vida através dos amores e desejos.
Filha mais velha de uma família de 8 irmãos, sofreu dores e perdas na infância. Quando adolescente, muitos falavam de seu temperamento “estranho”. Seria ela uma bruxa ou uma feiticeira? Só o que pode-se afirmar que ela era encantadora e cheia de segredos.
Neste conto, Marcela traz a aventura com o vizinho até que ele toma uma atitude “errada”.
Editora: Nanna Pimentel





Uma mulher jovem e atraente que desvenda a vida através dos amores e desejos.
Filha mais velha de uma família de 8 irmãos, sofreu dores e perdas na infância. Quando adolescente, muitos falavam de seu temperamento “estranho”. Seria ela uma bruxa ou uma feiticeira? Só o que pode-se afirmar que ela era encantadora e cheia de segredos.
Neste conto, Marcela revela seu amor por três homens, os quais não pode viver sem.
Editora:Nanna Pimentel

Total de visualizações de página