Biografia e Livros de Emma Ramos de Moraes


Nasceu em Taquari. Filha de Pedro Damião e de Laura Ramos, é casada com Alzemiro de Moraes, mãe de Gislene, Gilnei e Fabiani e avó de Eduardo, Aline, Simone e Alzemiro Iago e Maria Laura. Pertence à Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil, à Academia Internacional de Letras de Uruguaiana, à Federação das entidades Culturais Fronteiristas, ao Clube Internacional de Boa Leitura e à Academia de Letras da Fronteira Sudeste do RS.
Colaboradora assídua dos jornais de Montenegro, participa das obras Monografia de Montenegro, Ajebianas de Sul a Norte, Ajebianas no vôo da Palavra, Antologia 1996 - AJEB. É verbete na 1ª Antologia de Verbetes da Enciclopédia de Literatura Brasileira Contemporânea, na Enciclopédia da Literatura Brasileira, no V° Anuário do Clube Literário de Brasília e na II Antologia de Verbetes da Enciclopédia Contemporânea.

Foi patrona da 7ª feira do livro de Montenegro em 2009.


Livros

O Grilo e a Formiga

Editora: Evangraf

Categoria: Literatura Infanto-Juvenil

Sinopse

Esta historinha mostra aos pequenos leitores o poder da magia da educação entre qualquer ser vivo. A escritora incentiva o uso das palavras mágicas, como com licença, obrigado, por favor, desculpa e perdão.



Estórias Pitorescas

Editora: Nova Dimensão

Categoria: Literatura Infanto-Juvenil

Sinopse



A escritora reuniu estórias procedentes de várias localidades, nascendo a obra Estórias Pitorescas, narrativas que buscam os fatos mais contados da região.
Com linguagem simples, apresenta textos hilariantes, prendendo a leitura e despertando a dificil arte que é a de fazer rir.


A Festa do Alfabeto

Editora: Evangraf

Categoria: Literatura Infanto-Juvenil

Sinopse

Este livro infantil é destinado a crianças de 3ª à 6ª série do ensino fundamental. É uma obra divertida e didática que proporcionará o aprendizado, em forma de brincadeira, o emprego correto das letras e de suas diversas formas de grafia.

Ao mesmo tempo que enfoca problemas sociais como o alcoolismo, e de relacionamento como o egoísmo, resgata valores como a amizade e confraternização.


Biografia e livros de Carlos Fernando Leser



Nasceu em Montenegro, em 27/03/1966
Recebeu Menção Honrosa no concurso literário "Antologia Poética Brasileira" em 1999.
Participou em 2001 de uma antologia literária constituída por escritores montenegrinos intitulada Sementes Literárias em 2005 do livro Estação da Cultura, um desafio literário, cujo tema era alusivo a Estação Férrea de Montenegro.
Foi membro do grupo de arte e literatura montenegrino "Rua dos Cataventos" desde a sua fundação em 2007.
É atualmente membro da AMES.
Faz em escolas palestras sobre poesia com crianças e adolescentes.
Formado em Filosofia pela Unisinos.
Lançou em Outubro de 2009 o livro de poesias "In Extremis" durante a 7ª Feira do Livro de Montenegro.
Em 2011 teve o seu nome escolhido para batizar a Biblioteca da Escola Municipal José Pedro Steigleder através de um concurso proposto pela direção deste educandário.

Livros


In Extr
emis

Editora: Cataventos

Categoria: Poesias

Sinopse


De onde vem a poesia? Como a encontrar?

Nos olhos do leitor reside o coração do escritor. Me faça respirar, lendo a minha poesia. Se permita entrar neste labirinto e encontrar a sua própria saída para responder as questões acima.

In Extremis no último momento. Como se cada poema fosse o último. Como uma leitura que lhe leve a uma nova leitura, que não seja a última. Uma busca por palavras não lidas.

Todos os poemas que você encontrar neste livro são pequenas partes de um poeta. Aquele que pensa, vê e cria. Aquele que acredita na impossibilidade de uma vida sem poesia.

DALVA REGINA GARCIA MÜLLER

Dalva Regina Garcia Müller naceu em 23 de Dezembro do ano de 1946. Filha de Ivo Garcia e de Iphigênia da Silva Garcia. Foi casada com Renato Müller, já falecido, com quem teve dois filhos: Renato e Angélica. Possui um neto chamado Bruno. Dalva formou-se professora pela, então, chamada Escola Normal São José. Exerceu sua docência na Fundarte, na Escola Técnica São João Batista, no instituto de Educação São José, na Escola Estadual Delfina Dias Ferraz, Escola Estadual de Ensino Fundamental Yara Ferraz Gaia e Escola Estadual de Ensino Fundamental januário Correa.
Dalva Regina Garcia Müller também atuaou durante quinze anos na Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, ocupando diversas atribuições. Em 1º de Janeiro do ano de 2001, Dalva assumiu a Direção da Biblioteca Pública Municipal “Hélio Alves de Oliveira”, trbalhando em prol da casa até dia 31 de Dezembro de 2004. Durante a sua gestão, não mediu esforços em elevar o nome da instituição. Disposta a atender todos os movimentos culturais do município, aliou a arte com a educação. O espaço da Biblioteca sempre esteve coroado de exposições artísticas, criando, inclusive a Vitriarte, para os artesãos de Montenegro.
Dalva Regina Garcia Müller organizou, junto ao acervo da Biblioteca Pública Municipal, as publicações e amterial dos Escritores Montenegrinos.
Para a Sra. Dalva Regina Garcia Müller, nossa homenagem sincera pelo dedicado trabalho a serviço da Educação e Cultura de Montenegro.

LYLIAN RUTH SCHOELLKOPF

Lylian Ruth Schoellkopf nasceu em Montenegro em 25 de Outubro de 1936. Filha de Addenilo Edcar Rübenich e Selma Ela Rübenich. Em 1957 casou-se com Hary Jorge Schoellkopf (hoje falecido), tendo três filhos: Roberto, André e Suzana e seis netos. Lecionou no antigo colégio Jacob Renner e, na então chamada Escola Progresso. Morando na cidade de Tapera, atuou como professora no Grupo Escolar Barão de Caçapava de 1958 a 1961. Ao retornar para Montenegro, trabalhou no Grupo Escolar Coronel Álvaro de Moraes em sala de aula e na Bibliteca como Contadora de Histórias e organizadora de seu funcionamento. Além disso, eram de sua responsabilidade as apresentações artísticas e o canto coral da Escola. Em 1988 foi convidada por Elita Ilsa Leipnitz Griebeler, na época, Diretora da Biblioteca Pública Municipal para trabalhar, na mesma, como secretária. Alguns meses depois, passou a exercer o cargo de Diretora da mesma, onde permaneceu por doze anos e nove meses (1ª e 2ª gestão respectivamente). Entre as atividades em prol da casa destacou-se: a caracterização de Novembro como o mês da cultura, em comemoração ao aniversário da Biblioteca, a sugestão do nome da Biblioteca para Bblioteca Pública Municipal “Hélio Alves de Oliveira”, instituiu o Murarte que promoveu a cultura e os artisitas plásticos do município e abriu as portas da Biblioteca para os escritores montenegrinos lançarem suas obras. Lylian Ruth Schoellkopf formatou os primeiros Encontros de Responsáveis por Bibliotecas Públicas e Escolares.
À Sra. Lylian Ruth Schoellkopf, nossa homenagem carinhosa pelo seu dinamismo e perseverança junto a esta instituição.

ELITA ILSA LEIPNITZ GRIEBELER

Elita Ilsa Leipnitz Griebeler nasceu em São Sebastião do Caí em 1917 e foi agraciada com o título de cidadã Montenegrina em 1988. Casada com José Carlos Griebeler, falecido, teve quatro filhos: Carlos Roberto, José Norberto, Marcos Gilberto e Marta. Como professora primária pública, sua atuação começou em 1938, no interior do município. A partir de 1948, exerceu suas funções na cidade de Montenegro como Diretora do Grupo Escolar Adelaide Sá Brito e Delfina Dias Ferraz. Foi supervisora do Ensino Municipal, aposentando-se em 1969, na época, como professora pública no Ginásio São João Batista. Atuou na área de Língua Portuguesa e Literatura, além de Orientadora de estágio, no colégio São José.
Elita Ilsa Leipnitz Griebeler sempre dedicou-se com muito amor à educação e aos livros e em 1º de fevereiro de 1973 foi designada pelo poder público como responsável pela Biblioteca Pública de Montenegro, passando, em 1978, à exercer funções como Diretora desta instituição, cargo ocupado até 30 de Abril de 1989. Nesses longos dezesseis anos, a professora Elita criou o Museu Literário Municipal, em 1976, com o objetivo de preservar documentos, jornais e obras raras ligadas à história de Montenegro. Organizou a Sala do Rio Grande do Sul, o Setor de Fotocópias e formatou a Biblioteca nos moldes atuais. Elita Griebeler escreveu, também, a história da Biblioteca Pública para o livro Montenegro Ontem e Hoje (2º Volume).
À Sra. Elita Ilsa Leipnitz Griebeler nossa homenagem de gratidão pelo esforço e serviços prestados à Biblioteca Pública Municipal Hélio Alves de Oliveira.

LYA MARIA PETRY SEELIG

Lya Maria Petry Seelig nasceu em Monteengro no ano de 1939. Filha de Normélio Osvaldo Petry e de Rosa Irena Petry. Casada com José Ruy Seelig, teve três filhas: Josiane, Rosângela e Adriana e cinco netos. Estudou Pedagogia e Direito na Unisinos. Fez Pós-graduação em Supervisão Escolar, Administração e Filosofia. A professora Lya Seelig atuou em vários segmentos do setor público de Montenegro: ministrou aulas de filosofia, foi Secretária Municipal de Educação e Cultura, Diretora do Conservatório Municipal, foi Acessora Jurídica da EFICA, atuou como diretora da Escola Estadual Delfina Dias Ferraz, foi Supervisora de Estágio de Cursos Normais e trabalhou como delegada de Educação da 2ª DE, em São Leopoldo, hoje, Coordenadoria Regional de Educação.
Lya Maria Petry Seelig esteve a frente das atividades na Biblioteca Pública Municipal “Hélio Alves de Oliveira” de 1º de Janeiro de 1969 a 31 de Dezembro de 1972. Nesse período intesa foi sua atuação quanto à catalogação do acervo, fichamento de obras, organização do espaço bibliotecário e empréstimo de livros infantis e para o público em geral.
Para a Sra. Lya Maria Petry Seelig on nossos mais sinceros agradecimentos pelo seu empenho e dedicação à Biblioteca Pública Municipal “Hélio Alves de Oliveira”.

Biografia e Livros de Djacyr Vieira Alves


Djacyr Alves é natural de General Câmara/RS. Nasceu em 29 de janeiro de 1934. É casado com Carmen Bertini Alves. desde 1959. O casal tem quatro filhas.
Possui curso técnico em contabilidade no colégio São João Batista, onde foi professor, assim como no colégio Jacob Renner, e em Harmonia. É Advogado Jubilado pela OAB. Integra o Lions Clube Montenegro desde 1964, tendo sido presidente em 196/68 e 2003/4. Foi um dos fundadores da Associação Montenegrina de Escritores.

Foi patrono da 8ª feira do livro de Montenegro em 2010.

Livros


O Lanceiro

Categoria: Romance - Literatura Brasileira

Sinopse
 
A aventura transcorre no período farroupilha. Com a morte dos Lanceiros Negros, o lanceiro parte em busca de vingança. Já que um seu amigo também é morto. Toda a história gira ao redor dos dez anos da epopéia. Muitas partes são históricas e reais, inclusive alguns personagens.


A Medalha

Editora: Althaus

Romance - Ficção Brasileira





Caminhos Sem VoltaSinopse

Um militar trabalha no serviço de contra-espionagem do exército, em total segredo. Seus dois imediatos que eram os únicos com quem mantinha contato, falecem num acidente de automóvel. Estoura a revolução de 1.964. Envolvido, não consegue provar que agia por ordens superiores. Perseguido. Para sobrevir, envolve-se com os revolucionários, mas sem aderir ao movimento. Encontra o amor de sua vida. Conseguem fugir.


O Subterrâneo

Editora: Althaus

Categoria: Literatura Infanto-Juvenil

Sinopse


Os colegas do colégio descobrem um túnel que passa sob a Catedral de Porto Alegre. Um dos colegas, faz o mesmo explodir. Os pais para protegerem os filhos, exercem pressão sobre as autoridades. Antes de serem descobertos, encontram uma bíblia, um exemplar raríssimo, feito por Gutemberg.

Um Só Amor

Editora: Althaus

Categoria: Romance - Literatura Brasileira

Sinopse

Cinqüentão, volta a encontrar o amor de sua juventude. Ela é casada. Como ela sai em viagem com o marido, vai atrás. Encontram-se. As teias do destino, selam o futuro de ambos.



O Verdugo de Deus

Editora:Alcance

Categoria: Narrativa Policial

Sinopse

O Verdugo de Deus se desenvolve apartir do assasinato de uma jovem, filha de um homem famoso. Um repórter faz a cobertura do fato e conhece o pai da moça. No decorrer da investigação sobre o crime, a trama faz com que o detetive do caso e a reporter se encontrem em um desconhecido bar à noite...

Biografia e Livros de Miguel Rhoden



Nome: Miguel Rohden

Data de Nascimento: 29/06/1966

Estado Civil: Casado

Histórico

Comecei aos 14 anos, não sei bem sob quais influências. Gostava de ler, lia de tudo, de gibis a livros de poesia e filosofia, quando dei por mim estava escrevendo textos e poesias.Na década de oitenta, participei de vários shows de música declamando poemas de escritores montenegrinos e estrangeiros como; Pablo Nerudo e Berthold Brech.Poemas sempre voltados para os problemas sociais e políticos da época. Escrevi algumas colunas em jornais locais e no jornal da escola onde estudava, Colégio São João Batista.
Participei da fundação de uma revista literária alternativa chamado "RASCUNHO". Declamava poemas em recitais organizados pela secretaria de
educação e cultura de Montenegro.
Estamos num tempo em que todos querem ser escritores, ou pelo menos é idéia que estão passando por aí, no entanto acho muito mais importante sermos leitores.Ser leitor é ser livre, poder viajar, através da leitura, para o passado e o futuro, para cidades e sentimentos aos quais não podemos ir fisicamente, mas que mesmo assim passam a ser parte de nossas experências pessoais.


Livros



Uma invasão à fortaleza da solidão

Categoria: Literatura Brasileira-Poesia

Sinopse

A solidão me assola,
Feito uma rua,
Aonde nehuma criança joga bola,
Aonde nenhum cachorro se rola,
Nem um oi, nem um tchau,
Nem um olhar, nem ninguém a me ignorar.

Total de visualizações de página