Dica de Leitura: Bob Marley - o Guerreiro Rasta



Bob Marley é a figura mais representativa do reggae. Fruto da união de uma afro-jamaicana com um britânico, Bob cresceu numa Jamaica que buscava libertar-se do domínio inglês, enquanto construía sua identidade social e racial. Esta HQ mostrará a vida desse guerreiro rasta que fez do rastafarianismo um estilo de vida e uma inspiração para a sua música. O reggae de Bob Marley hipnotizou os jovens do mundo todo com uma mensagem de fé e paz. Bob conquistou milhões de seguidores que nunca deixarão sua música ser esquecida.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: É o Cliente Que Importa - 34 Dicas Para Garantir a Satisfação Dos Clientes e o Sucesso Dos Negócios



Não há como fugir desta verdade: a melhor estratégia para sobreviver no mundo dos negócios é oferecer um ótimo atendimento ao cliente. Neste livro, o vendedor de sucesso Michael A. Aun compartilha seus segredos sobre como fazer o consumidor se sentir valorizado e feliz, melhorar os resultados da empresa e manter a sanidade diante dos desafios do dia a dia na área de vendas. Você vai descobrir os mitos e as verdades a respeito da satisfação do cliente e entenderá por que muitas empresas são campeãs nos índices de reclamação. E o mais importante: compreenderá o que se passa na cabeça dos consumidores. Ao longo de sua vida profissional, Michael não se limitou a vender produtos ou serviços. Seu objetivo sempre foi estabelecer relacionamentos e manter uma base de clientes leais que indicaram novos clientes, que por sua vez indicaram outros. “É o cliente que importa” está repleto de dicas valiosas que você pode aplicar no seu trabalho. Conheça algumas: Quando estiver atendendo um consumidor ou prestes a fechar uma venda, fique calado um instante e ouça com atenção o que ele tem a dizer. Se a empresa cometeu um erro, corrija-o logo para que o cliente não seja prejudicado. É melhor primeiro resolver o problema e depois identificar os culpados. Às vezes é preciso mostrar ao cliente que você não é o inimigo, e sim parte da solução.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: Arquitetura do Arco-íris


Quarto livro da escritora e jornalista gaúcha Cíntia Moscovich. 'Arquitetura do Arco-Íris' reúne 10 contos inéditos, que têm como eixo central o cuidado com a linguagem e o apuro técnico, marcas que fizeram da autora uma das mais conceituadas de sua geração. Com temáticas variadas, alguns contos de 'Arquitetura do Arco-Íris'giram em torno da vivência no bairro judeu do Bom Fim, em Porto Alegre - que poderia ser qualquer bairro judeu em qualquer cidade do mundo. Dividido em duas partes, o livro é marcado pela variedade, com diversas situações ligadas a extremos da vida. Transcendendo as marcas de sua origem, Cíntia experimenta narradores diversos em momentos igualmente diversos: ali está a jovem que sai de casa após a morte do pai para viver uma situação de estranheza com uma colega de aula, como em 'Cartografia', a relação amorosa entre uma moça e um músico cego, caso de 'Fantasia-Improviso', passando pela jornalista que deve enfrentar um irascível tradutor, como em 'O tempo e a memória'. Contos como 'Um oco e um vazio' e 'O escândalo das estrelas na noite' são pontuados pela narrativa de tom erótico, sem ceder à solução da facilidade. As personagens criadas por Cíntia são mulheres que se entregam à aventura da existência sem receio da vida em plenitude - mesmo que isso signifique a tristeza e o desconsolo. Valendo-se do humor áspero e da observação que tende à ironia, 'Arquitetura do Arco-Íris'envereda também pelos caminhos da infância e pelas descobertas da adolescência.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: Gestão é solução



Mosmann escreve de uma forma diferente. Através de textos curtos, deixa espaço para que cada leitor mentalize suas idéias próprias em relação aos temas que expõe. Vai direto aos temas com real objetividade.
A cada texto que Mosmann elabora pode-se estar certo, muito de bom e de novo aparece. Ler os seus livros não é gastar tempo, mas é aprender e acumular experiências.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: A Morte da Luz


Primeiro livro escrito por George R. R. Martin, autor da renomada série 'Crônicas de Gelo e Fogo' foi premiado com os principais prêmios do mundo de fantasia e ficção científica. Desde essa primeira história o autor já mostra o que o tornaria mundialmente famoso, seus personagens que não são nem vilões, nem heróis, mas sim seres complexos como todos nós.
Um planeta está prestes a morrer, seu caminho se afasta das estrelas que trazem vida àquele lugar. Suas 14 cidades, construídas rapidamente quando o planeta passou por perto de uma grande estrela, também estão moribundas.
Worlorn não é o planeta que Dirk t’Larien imaginava, e Gwen Delvano não é mais a mulher que conhecera. Ela está ligada a outro homem e a esse planeta moribundo preso no crepúsculo, seguindo em direção à noite sem fim. Em meio à paisagem desoladora, há um violento choque de culturas, no qual não há códigos ou honra e uma batalha se espalhará rapidamente.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: Limite Branco


Escrito em 1967 e publicado pela primeira vez em 1970, o primeiro romance de Caio Fernando Abreu já antecipava as angústias que dominariam toda sua obra posterior. 'Limite branco' se caracteriza pelo pleno domínio da expressão que sempre esteve na base do trabalho do autor.

Fonte: Saraiva

Dica de Leitura: A fúria do corpo


São dois desocupados. Ele, sem nome, passado ou profissão. Ela, uma prostituta-mendiga. Dois seres que fazem tudo para manter seu caso de amor. Dominado por um erotismo sem limite, transbordando inquietação, angústia, sofrimento e beleza, 'A Fúria do Corpo' é considerado o livro mais barroco de João Gilberto Noll, uma obra rigorosa que traça o percurso atordoante e cruel de uma história de amor.

Fonte: Saraiva

Total de visualizações de página